Número total de visualizações de página

quarta-feira, maio 04, 2011

Não podiam estar quietos

Boas noites!!

Esta situação da morte do Bin Laden levanta questões.
Eu só faço 1 questão:
- Porque raios é que mandaram o corpo do terrorista para o mar?
Será que os militares norte-americanos julgaram que os peixinhos estavam com fome??

Pior que isso, será que ninguém se lembrou que esta morte ia originar um clima de hostilidade entre os radicais islâmicos??

"O secretário-geral da Interpol, Ronald Noble, alertou ontem os 188 países membros, onde se inclui Portugal, para estarem em alerta total em relação a actos de retaliação por parte da Al-Qaeda pela morte do líder radical islâmico, Osama Bin Laden."

Ok.. Já podemos todos dormir descansados!

"No decorrer de um interrogatório a um dos cabecilhas da organização terrorista, Khalid Sheikh Mohammed, detido na prisão de Guantanamo, surgiu a confissão de que a Al-Qaeda poderia estar já a preparar um ataque nuclear numa cidade europeia."

Já só faltava uma brincadeira destas para deixar o povo todo a olhar por cima do ombro e voltar a ter medo da própria sombra.
Mas bem vistas as coisas, isto é só notícia do Destak, ou seja puro delírio.. O quê?
Isto também aparece noutros lugares?
Pronto!
Agora é que NÃO vamos dormir descansados!!

Só uma coisita menos má...
Afinal o empréstimo do FMI não vai ser de 100 mil milhões, nem 80..
Serão só 78 mil milhões!
Mas não façam festa, já sabem que quem vai pagar depois aos "beneméritos" somos nós.. o diabo é que eu não tenho esse dinheiro todo. Vocês têm??

3 comentários:

mfc disse...

Só há uma coisa que não acredito!
... é que tenham deitado o corpo ao mar!!
Guardaram-no... e bem guardado!

Bina Ladina disse...

Por acaso é uma boa teoria.. e bem típica do povo norte-americano!
Já temos Roswell agora Bin Laden.. daqui a uns anos!!

|zAiTz3v|| disse...

Gostava de ter visto o terrorista ser capturado e julgado. Assim, não havia margem para teorias da conspiração e teríamos lidado com o assunto como nações civilizadas, desenvolvidas e democráticas que somos.

Mas, por outro lado, as eleições nos EUA estão aí à porta e esta manobra cai bem aos olhos dos eleitores...