Número total de visualizações de página

sexta-feira, fevereiro 25, 2005

Gente parva é para o Desemprego

Olá, olá amiguinhos e amiguinhas, leitores e leitoras!!!
Ora então, é assim...
Alguém sabe se no processo de selecção das pessoas das finanças existe um item a avaliar tipo antipatia e estupidez dos candidatos a 'atendimento ao contribuinte"?
É que hoje eu fiquei desconfiada que sim.

Estava uma linda tarde de Inverno na cidade de Lisboa e algures numa rua anónima a vossa amiga foi como sempre ás finanças. Desta vez tinha uma motivação especial, ia ajudar uma rapariga romena, e respectiva família. A rapariga tem um filho pequeno de 4 anitos que aqui a vossa amiga adora - o Dennis!
Depois de esperar a típica hora e meia da praxe, lá fui eu finalmente atendida.
A entidade que a atendeu (que eu não ouso sequer de apelidar de pessoa porque isso é uma ofensa às pessoas), devia estar com um problema pessoal porque já tinha maltratado um velhote. Quando eu falo em maltratar não é fisicamente, é a nível humano.
E lá fui eu de sorriso no rosto, feliz por ajudar pessoas amigas:
- Boa tarde!
- Os documentos? - Algures na minha educação ensinaram-me que quando se é educado deveremos retribuir o cumprimento, mas não faz mal. A tal entidade parecia uma máquina sem expressão.
- Onde é que está o documento identificativo do dependente não deficiente?
Dei o passaporte do menino. A criatura começou a fazer uma expressão, um misto de interrogação com rejeição.
- Este passaporte não tem identificação da filiação.
- Mas como pode reparar o sobrenome é igual.
- Eu quero um documento com a filiação!
Educadamente pedi um instante para ligar para a agência, informaram-me que nunca houvera problema em anos anteriores na entrega do IRS da família do Dennis.
- Mas minha senhora, este casal sempre entregou aqui o IRS e nunca lhes pediram isso..
- Não tenho nada a ver com isso.. SEGUINTE!!
Então era assim?
A minha amiga, o marido e o filho não tinham sequer uma alternativa, foi logo a gritar SEGUINTE??? Eu ainda apelei ao sentimento:
- Este casal é romeno, eu vou ter que lhes explicar porque é que este ano não pude entreguar o IRS... - nem me deixou concluir:
- Sem o documento identificativo da filiação do dependente não deficiente não posso fazer nada.
- disse aquela coisa sem sequer mexer os olhos ou, mostrar o mínimo de compreensão.
Agora pergunto:
- Será excesso de zelo, excesso de profissionalismo, ou excesso de estupidez????
A minha pobre amiga quando eu lhe disse o que tinha acontecido ficou quase a chorar.
No ano anterior tinham embirrado com o nome da criança e teve que recorrer a um tradutor para explicar ás senhoras que o nome era perfeitamente normal, e que o equivalente em português, mais aproximado, seria Dinis...E agora teria de pedir ao consolado para lhe passarem um documento a identificar a filiação do menino, e que isso talvez fosse moroso e caro...

Eu não entendo mas onde trabalhei antes explicaram-me que devemos ser flexíveis de acordo com os casos. Será que nas Finanças contribuintes imigrantes não estão abrangidos por essa flexibilidade, ou será que estão proibidos de ser minimamente compreensivo?

Sabem que mais?
Roguei uma praga má à criatura com óbvios problemas sexuais e sei que passado um instante uma pilha de papéis ao lado dela caiu por terra!
Bem feito.
Ok.
Agora que fiz uma catarse e libertei a minha indignação de uma maneira decente, vou tratar de uns IRS que tenho para ali da minha amiga assistente do dentista que frequento.
Bom fim-de-semana para todos vós!

A terrorista rogadora de pragas
Bina Ladina

quinta-feira, fevereiro 24, 2005

Mais vale só que mal acompanhado!

Boas tardes caros amigos leitores e comentadores do blog da terrorista da treta.

No dia que o Sr. Sócrates vai ser indigitado Primeiro-ministro pelo nosso "Almighty" Jorge, Marques Mendes avança para a liderança do PSD e diz que quer manter distância da "Direita Populista".

Eu não sou do PSD mas consigo reconhecer um bom candidato quando vejo um.
Marques Mendes, representante fiel do que eu chamo Ala Cavaquista do PSD, é um grande senhor para liderar a bancada Social-democrata.
É caso de se dizer, os homens não se medem aos palmos, e os políticos muito menos.

Na linha de Posts anteriores, eu digo ser muito mais proveitoso manter a unidade partidária quando se governa e este candidato a líder advoga a minha opinião.
Se fosse militante do PSD este senhor seria o meu candidato e o meu líder.
Como não sou ... Desejo melhor sorte ao PSD do que nos últimos tempos.

Os senhores da distrital do Porto parecem querer manter o clima de instabilidade do partido e não apoiam candidato algum, propõem antes um referendo.
O dito referendo será sobre a eleição directa de todos os órgãos partidários após cada congresso nacional do partido.
Ok, é uma questão pertinente mas custava assim tanto dizer, nós apoiamos o Marques Mendes, ou outro senhor qualquer?
Mas eles que são do partido que se entendam.

E eu tenho que me entender com uma pilha de papéis, declarações, facturas e recibos para o IRS.
Viva a entrega electrónica :D
Não sabem onde isso se faz?
Aqui vai o link.

Até mais logo

terça-feira, fevereiro 22, 2005

Tarda mas não falha!

Boas tardes!

Estou a dever um valente pedido de desculpas aos meus queridos leitores e comentadores mas a bem da verdade, tenho andado muito, muito ocupada, o que por um lado é bom - entra mais dinheiro na empresa, e por outro é mau - não tenho tanta disponibilidade para o meu Brams.

Então urge dar a minha opinião sobre estas eleições.
Creio que antes da vitória histórica do PS, houve uma grande vitória da Democracia.
A taxa de abstenção baixou!
...Deve ter sido das únicas vezes na vida que eu fiquei feliz por ver uma fila grande.
A grande fila de eleitores, de cidadãos votantes meus vizinhos.
Depois ao longo da noite tive a certeza que o povo português estava realmente farto.
Os resultados ainda não tinham sido todos apurados e já o PS ganhava as eleições, José Sócrates e sua equipa tinham conseguido afastar - com Maioria Absoluta - a maior aberração política de todos os tempos, a coligação PSD/PP.
Tenho quase certeza que se o PSD liderasse só o governo não teriam acontecido nem metade das crises.
Quer eu queira, quer não, tenho que assumir que um governo com maioria consegue trabalhar de uma forma muito mais eficiente.

O povo deu o poder,e a legitimidade, as ferramentas necessárias para J.Sócrates conseguir fazer renascer Portugal.
Mas não acredito numa mudança radical do dia para a noite.
Como diria eu - Nem a Nossa Sra. de Fátima governa Portugal, nem o Socrates faz milagres!

Outro vencedor destas eleições foi o Bloco de Esquerda que agora tem mais deputados no Parlamento. E não me alargo muito mais neste campo, não vá eu cair em "tendenciosismos" desnecessários para quem apresentou resultados mais que explícitos nestas eleições :)
Já o irmão do deputado do Bloco de Esquerda não terminou a noite com grandes festejos.
O grande derrotado da noite foi o senhor Portas.
Para alegria de muitos portugueses nomeadamente a minha pessoa, colocou o seu lugar à disposição. Situação que só dá para fazer um comentário, e este sim, muito tendencioso mas meu:
Já vais tarde!!!
Estes senhores, na minha opinião, só vieram boicotar o trabalho do governo eleito.

Já o partido das laranjinhas, perdeu o seu lugar e passou para segundo lugar.
Se querem saber, tenho pena do Santana Lopes.
Como diria a minha falecida avó: Junta-te aos bons e serás como eles, junta-te aos maus e serás pior que eles!
É a visão que eu tenho deste 'negócio' que o PSD fez para poder viabuilizar o governo da Direita neste nosso País.

Já o sr. Jerónimo de Sousa, o camarada meu vizinho (sim, ambos moramos naquela localidade suburbano onde desde á muito, muuuiiito tempo habita a classe operária de Lisboa) ficou evidentemente feliz por ser a terceira força política eleita neste sufrágio.

Mas recordo um pensamento dos meus, altamente conspirador e tendencioso.
Será que o Jorge 'Almighty' conseguiu ajudar o próprio partido a conseguir a maioria absoluta?
Eu creio que se fossem convocadas eleições logo que o outro senhor Primeiro foi para Bruxelas o PS não teria nem metade dos votos que conseguiu agora.
Ou seja, o bom do nosso 'Almighty' decidiu dar corda suficiente para o governo 'se enforcar' perante a nação.

Não é assim tão desconcebido quanto isso, ou é...?

Digam lá de vossa justiça que agora fiquei curiosa.

sábado, fevereiro 19, 2005

O Grande Ditador

Boa noite amigos leitores e comentadores do blog em reflexão.

Hoje achei bem desligar a TV e ver um filme que arranjei á uns tempos e que ainda não tinha Visto com olhos de ver.
"O Grande Ditador" de Charlie Chaplin.
Foi o primeiro filme falado do comediante. Quando foi feito (1940) foi banido em muitos países tementes pela retaliação do regime nazi.
Não conheço muito do trabalho de Chaplin, creio que o que mais conheço são os típicos filmezinhos mudos cómicos do Charlot mas assumo não conheço nada da restante obra.
Para além da evidente parecença física, Chaplin monta a melhor imitação de A. Hitles de todos os tempos.
O filme é a mais arrojada crítica ao que seria a maior catástrofe política europeia
Fiquei impressionada com o discurso final.
E deixo aqui, na íntegra, o mesmo discurso.
Lembrem-se que o filme foi feito no inicio da II Guerra Mundial e vejam a coerência e actualidade do discurso.
Achei fabuloso!

o grande ditador

" I'm sorry|but I don't want to be an emperor.
That's not my business.
I don't want to rule|or conquer anyone.
I should like to help everyone:
Jew, gentile, black man, white.
We all want to help one another.|Human beings are like that.
We want to live by each other's|happiness, not misery.
We don't want to hate one another.
In this world, the good earth is rich|and can provide for everyone.
The way of life can be free|and beautiful but we haVe lost the way.
Greed has poisoned men's souls, has barricaded the world with hate, has goose-stepped us into bloodshed.
We haVe deVeloped speed|but have shut ourselves in.
Machinery has left us in want.
Our knowledge has made us cynical,|our cleverness, hard and unkind.
We think too much|and feel too little.
More than machinery|we need humanity.
More than cleVerness|we need kindness and gentleness.
Without these qualities, life will|be violent and all will be lost...
The aeroplane and radio|haVe brought us closer.
These inventions cry out|for the goodness in man, cry out for universal brotherhood,|for the unity of us all.
EVen now|my voice is reaching millions, millions of despairing men,|women and children,
victims of a system|that makes men torture and imprison innocent people.
To those who can hear me I say,|do not despair.
The misery upon us|is but the passing of greed, the bitterness of men who fear|the way of human progress.
The hate of men will pass,|and dictators die, and the power they took|will return to the people.
So long as men die|liberty will never perish.
Soldiers,|don't give yourselves to brutes, men who despise you, enslave you,regiment your lives,|tell you what to think and feel, who drill you, treat you like cattle|and use you as cannon fodder.
Don't give yourselves to these men, machine men with machine minds|and machine hearts.
You are not machines,|you are not cattle, you are men!
You haVe|the love of humanity in you.
Don't hate. Only the unloVed|and the unnatural hate.
Soldiers, don't fight for slavery,|fight for liberty!
St Luke says, "The Kingdom of God|is within man."
Not in one man nor a group of men,|but in all men. In you!
You haVe the power|to create machines, the power to create happiness.
You haVe the power to make|this life free and beautiful, to make this life|a wonderful adVenture.
In the name of democracy,|let us use that power.
Let us all unite,|let us fight for a new world, a world|that will give men a chance to work,
that will give youth a future|and old age security.
Promising these things,|brutes have risen.
But they lie! They do not fulfil|that promise. They never will!
Dictators free themselves|but they enslaVe the people.
Now let us fight|to fulfil that promise!
Let us fight to free the world,|to do away with national barriers, to do away with greed,|with hate and intolerance.
Let us fight for a world of reason,a world where science and progress|will lead to the happiness of all.
Soldiers, in the name of democracy, let us unite!"

My mistake!

Boas noites caros amigos leitores e comentadores do Blog em período de reflexão!

Esta edição especial vem para efectuar o pedido de desculpas pelo meu erro de expressão no post anterior.
De facto, como disse o amigo JesusRocks (e a amiga Pecola já tinha referido) o voto não é um dever no sentido de obrigação mas sim um direito.
Um direito conquistado arduamente e que agora muitos desprezam, mas um DIREITO o que implica também a extensão a não o exercer.
Mas isso fica ao vosso critério, eu estou em período de reflexão e não faço mais comentários sobre isso.

E estava eu no meu momento de meditação quando recebi este convite:
convite

E vocês?
Receberam?
Se receberam vamos combinar uma saída do grupo dos habitués do Brams, o que acham?

Resto de uma grande noite de reflexão ;)

sexta-feira, fevereiro 18, 2005

Falta pouco!

Saudações matinais caros amigos leitores e comentadores do Brams de Lata!

Hoje acaba a campanha eleitoral.
Amanhã é o dia de ponderar a nossa opção de voto... Vocês fazem isso?
Eu não.
Sei o que eu quero e não é em 24 horas que as pessoas decidem alguma coisa mas é extremamente reconfortante saber que amanhã não vou ser vítima de campanha.
Ainda melhor que a campanha são as pessoas que integram as equipas das campanhas.
Ontem nas imediações do Centro Vasco da Gama era ver desfilar uma data de meninos e meninas a 'campanharem'. Eram a Juventude do Santana.Distribuiam cachecóis laranja com o emblema do Partido, autocolantes, panfletos e as coisas típicas.
Fiquei mesmo muito tentada a perguntar aos embriões de caça-votos, qual era o programa eleitoral do partido.
Acredito que haveria alguns que até me conseguiam responder mas a maioria das meninas que ali estavam era pelo convívio e porque a amiga lhes tinha dito que era muito giro andar ali a distribuir coisas pouco úteis.
Até entendo a utilidade do cachecol, com o frio que está mas cor-de-laranja florescente????
Mas estes embriões de laranjinhas não são diferentes dos outros embriões dos outros partidos.
Ups!
Cliente à porta para eu tratar do IRS!
...
A cliente estava toda contente que o PS ia ganhar com maioria absoluta.
Eu não quis deixar a senhora triste mas tive que utilizar um cliché:
- Prognósticos só depois do jogo. Eu só direi alguma coisa quando vir os resultados todos apurados, e depois daqui a 100 dias é que uma pessoa pode dizer se a escolha que fez foi, ou não, a mais acertada.

Seja como for, domingo lá vai esta vossa amiga exercer o direito de voto.
Agora baldem-se e depois digam que isto está uma vergonha. Até pode estar mas ao votar ainda tentaram…

quarta-feira, fevereiro 16, 2005

Vendas, Paciência e Disponibilidade!

Olá, olá!
Ao contrário do que a minha querida Pec pensou, não estou de férias.... já estive mas voltei e esta semana tem sido implacável.

Ora então hoje vou enunciar a minha TEORIA DOS VENDEDORES...Teoria baseada em observação e experiência da autora do Blog.

Verifiquei que, ao longo desta minha experiência de vida, o factor Paciência é uma qualidade muito positiva que supera a mania da inteligência, e -às vezes- a Inteligência.
Isto tudo porquê...O fim-de-semana que passei à borla num aldeamento turístico no Alvor com direito a pensão completa derivou de uma situação que outra pessoa (que aqui trabalha) tinha recusado.
Eu, para além de muito modesta, tenho muita paciência para os vendedores,.a menos que sejam demasiado aborrecidos ou nos ofereça coisas demais.
Eu acho que é sempre lucrativo ouvir o que os vendedores têm para nos vender - se tivermos tempo disponível, claro!

No final do ano passado atendi um que me melgou sobre os meus destinos de férias. Como até colaborei com o rapaz, ele perguntou se eu estava interessada em levantar um vale de um fim-de-semana num aldeamento turístico no Algarve.
Eu posso ser paciente mas não sou assim tão burra.
- E quanto é que tenho de pagar por isso?
- Não tem de pagar nada. Basta dirigir-se a esta morada e levantar o seu vale.
Pois sim, tá bem, eu acreditei nisso, nisso e no Pai Natal que passa pelo meu exaustor para dar-me as prendas no Natal.
Em resumo, apanhei 2 horas de seca sobre um cartão fantástico que dava descontos absolutamente fabulosos e tudo mais.
Já o vendedor me tinha dito as maravilhas todas do cartão que até dava para ser pago durante 10 anos, quando eu disse:
- Não vale a pena perder mais tempo comigo, não me leve a mal mas eu vim cá só pelo fim-de-semana grátis.
Lá me deu o vale e lá fui eu passar o fim-de-semana maravilha.
Se eu não tivesse paciência (e disponibilidade) passava mais um fim-de-semana como os outros.
Por isso, da próxima vez que forem 'vítimas' de um vendedor, exijam alguma coisa em troca.
Agora acabada a conversa da treta, tenho de voltar à minha luta:

- Olhó IRS da moda! Ó freguês, são só 20 Euros! Damos os impressos, fazemos as contas, e eu é que ganho as varizes nas pernas a secar na fila das Finanças! Vá lá freguês, se gosta de papéis, não há melhor que o meu IRS quentinho!

O que eu faço para não ficar deprimido por saber que a taxa de desemprego foi a mais alta desde 1998...
Vai um IRS quentinho?

quarta-feira, fevereiro 09, 2005

"Campanhando"

Depois das eleições do Brams de Lata da Política de 2004, tinha de voltar à carga!
É com muita tristeza que tenho que anunciar que a atribuição dos Brams de Ouro para os comentadores deste Blog foram cancelados.
É verdade meus amigos.
Eu não tenho assim tanto capital disponível para fazer as estatuetas em Ouro mas se quiserem, eu pinto a estatueta com tinta dourada e fazemos mais um momento de democracia on-line, o que acham?

E já que estamos a falar em democracia e eleições, falemos da campanha eleitoral que está a decorrer no nosso pequenito rectângulo à beira mar plantado.
Depois de vários candidatos da esquerda terem feito a típica campanha de rua, foi a vez do nosso laureado como o Maior Demagogo voltar à sua arena.
Na realidade o homem já tava a ficar farto das 'bocas' dos outros candidatos:
- Onde anda o Paulinho das Feiras?

A César o que é de César, e hoje o distrito de Aveiro foi o eleito para o início da campanha das Feiras.
E porquê Aveiro?
Convém começar a campanha em terreno favorável, convém começar o campeonato a jogar em casa.
Depois dos típicos beijinhos, das típicas demagogias baratas houve tempo para justificações e declarações à comunicação social.
Então ficam a saber que o rapaz não queria misturar a campanha com o Carnaval.
O que eu percebi (erradamente, ou nem por isso), - Primeiro eu tinha de descansar para tomar fôlego e depois não queria ser confundido com um palhaço!
... Se bem que vários cartazes deste candidato apresentam-no com um nariz de palhaço...

O candidato das feiras continuou as declarações e disse:
"Sempre achei que quem não está com o povo, quem não gosta do povo é uma recomendação para o desemprego"
Eu cá gosto muito do Povo, mas será que o Povo gostará de mim?
Não deve gostar muito senão tinha um grande emprego como este senhor.

Mas espera lá....
O PM cessante ainda não fez campanha de rua, de contacto directo com o povo.
Será que o Paulinho das Feiras estava a mandar um boca ao (ainda) colega de coligação?
Não acho muito prudente andar a mandar pedras para o ar nessa direcção, pode ser que a brincadeira tenha mau resultado, digo eu, digo eu.

E como eu tinha de ser um diabo cheio de sorte, depois de amanhã, vou fazer campanha para outra freguesia.
Por agora vou preencher mais uns IRS’s…

Um resto de boa tarde e um grande bem-haja para todos vós meus amigos leitores e comentadores

Bina Ladina

sábado, fevereiro 05, 2005

A Foto da noite da entrega dos prémios Brams de Lata de 2004

Olá caros amigos leitores e comentadores do blog dos prémios.

Estava a ficar desesperada porque ninguém tinha tirado uma única foto da grande noite. Mas depois disseram-me o que se tinha passado.
Parece que foi tudo confiscado à saída do salão nobre do Grupo Desportivo da Pardaleira onde decorreu a cerimónia de entrega dos Brams.
Mas porquê?
Os ministros laureados agradeceram muito a iniciativa do Blog mas não queria provas para a esquerda os poder difamar ainda mais na campanha eleitoral, por isso a dificuldade em poder arranjar uma foto para colocar online.
Mas como para uma terrorista nada é impossível encontrei este verdadeiro achado.

Esta foto relata então o momento em que os ministros do governo cessante se juntaram para agradecer os prémios.


os vencedores

Da esquerda para a direita:
P.Portas - Eu tenho um destes e vocês não!!!
Bagão Feliz - Estarei bem para a fotografia??
Maria do Carmo Seabra - Tinham que me dar o prémio da incompetência? Não podiam ter dado outro?
PSL - Ao menos valeu a pena ser Primeiro Ministro, já tenho um Brams de Lata, qualquer dia posso candidatar-me para o Óscar...eu até sou charmoso...

Um bom fim de semana amigos leitores e comentadores!

sexta-feira, fevereiro 04, 2005

Os Resultados - Parte II

Saudações caros amigos leitores e comentadores do blog com iniciativas democráticas!

Já é sexta-feira, muitos de vós já estão em pulgas para iniciar o fim-de-semana grande e fazerem as vossas mini-férias de Carnaval.
Eu cá não!
Para além de detestar o Carnaval não tenho ponte - época de impostos (como se alguém me fosse entregar algum IRS na segunda feira mas isso são outros assuntos).

Tenho a dizer-vos que esta minha iniciativa teve um saldo positivo.
Foi bom saber que posso contar com a vossa contribuição neste momento pré-eleitoral. Sim, ainda é só pré-eleitoral, porque quando for eleitoral, nem quero imaginar.
Mas ainda falando e encerrando o assunto das eleições, o assunto eleito como maior crise foi TODO o ano de 2004.
Mais uma vez fica provado que não dá para identificar apenas uma crise em 2004, todo o ano foi eleito como sendo uma crise.

Mas mais interessante é o assunto eleito como a Maior Tanga.
Ao contrário da maior crise que foi eleita com 3 votos, a maior Tanga eleita com 4 votos não pertence ao governo cessante, pertence à promessa do sr.Sócrates:
A redução do Desemprego e consequento aumento de empregos.
Será que ele acha que as pessoas não percebem que isso é uma típica promessa eleitoral?
Os empregos não vão aparecer assim por dá cá aquela palha. Primeiro têm de se criar condições e depoisé que podemos falar nisso.
Acho que deveria ser dito que isso é uma promessa que vai demorar o seu tempo, e de acordo com as condições que este governo cessante deixou as finanças do país, isso será uma promessa que vai custar muito caro ao Sócrates se ele for eleito.
Eu friso bem o SE porque depois das eleições norte-americanas não acredito tão facilmente nos eleitores.
Mas, por favor, façam-me crer que eu estou errada e que devo acreditar mais no eleitorado português.

Agora vou ver se recolho as imagens da entrega dos Brams aos laureados.

Até daqui a pouco e um resto de boa sexta feira para vocês!

A terrorista à procura das imagens

Bina Ladina

quarta-feira, fevereiro 02, 2005

Os resultados - Parte I

....E os vencedores do prémio Brams de Lata da política de 2004 foram...

Pior Político do ano 2004, com 5 votos,Pedro Santana Lopes! Confesso, fiquei surpreendida. E acho que o PSL também ficou muito surpreendido com este prémio de glorificação desta sua carreira meteórica como Primeiro Ministro!

Pior Ministro(a) Maria do Carmo Seabra 4 . Não fui a única a achar que a mulher foi mais um dos atentados terroristas deste segundo governo do PSD/PP.

Mais Demagogo : Paulo Portas 4 votos. Parece tendencioso mas, não fui a única a achar isso do senhor da 'utilidade'.

Mais Incompetente: categoria conquistada apenas com 2 votos em Jose Luis Arnault. Foi o que considerei como uma "votação tutti frutti" em que várias personalidades mereceram voto. Mas parece que o nosso leitor comentador participante - Mister Ceroula, correspondente na Inglaterra do Brams de Lata, foi manipulado por alguém. I wonder who?...

Bagão Feliz teve direito a 3 votos na categoria o Mais Incómodo (Tava a ver que a minha némesis não tinha direito a estatueta).

Melhor Oposição Francisco Louçã com 3 votos. A Miss Pecola, referiu a existência e proliferação de Blogs que têm também feito oposição ao regime fascista .. ups, queria dizer, ao governo.

A categoria do Mais Desejado confirmou a minha suspeita, houve manipulação da tendência de voto. Cavaco Silva ex-aequo D. Sebastião?! Quem manipulou o meu correspondente britânico?? Quem manipulou o meu agente de divulgação/publicidade, o Sr. Invisible?????

Peço desculpa pela interrupção da nossa transmissão do resultado do acto eleitoral para divulgar uma Comunicação da Baixa Autoridade Para a Comunicação no Blog Brams de Lata

A Baixa Autoridade Para a Comunicação no Blog Brams de Lata alerta:
Antes do sr. Carlos Guimarães proferir acusações erróneas, faça a sua higiene diária e de seguida faça o favor de abrir os olhos e juntar as letras com atenção - o sr. comentou/votou no Post "And the Brams goes to....". Caso o senhor tivesse reparado, depois desse post veio um outro onde mais leitores/comentadores exerceram o seu direito de voto de seu nome "Novidades DE ÚLTIMA HORA!! ".
Como tal, e seguindo o exemplo da comunidade política, a Baixa Autoridade para a Comunicação no Blog Brams de Lata quer deixar bem explícito que:
- O Blog Brams de Lata rege-se por princípios democráticos humanistas.

A Baixa Autoridade para a Comunicação no Blog Brams de Lata,
Bina Ladina

Primeiros resultados à boca das urnas!!

Boas noites caros amigos leitores e comentadores do blog eleitoral!

Vamos ainda no início da contagem dos votos e já tenho alguns números para avançar.

19 contribuições

9 contribuições válidas
1 suspeita de fraude
Elevada taxa de abstenções

A todos os votantes, obrigado pela vossa contribuição, sem ela não estaria aqui até esta hora a contar votos e a fazer gráficos e a pensar que amanhã vou ter de acordar às 7.
A todos os que colaboram, especialmente, Pecola e Invisible, um grande bem haja, sem vocês estas eleições não teriam tido tanto entusiasmo e interesse.

Amanhã, serão divulgados os resultados desta grande iniciativa democrática online.

Mais uma vez,
Obrigado

a vossa terrorista democrática

Bina Ladina