Número total de visualizações de página

segunda-feira, julho 26, 2004

Eu tou a ver Portugal a arder!!!


Saudações leitores...

Está um calor que não se aguenta!E para não variar o nosso país está a arder.Ainda o outro dia mostravam os senhores militares que andavam a vigiar muito atentamente o terreno da futura moradia do Ministro da Defesa... ups, nessa altura não era esse o objectivo, era mesmo só prevenir a ocorrência de incêndios naquela área. Os rapazes escoltavam a serra da Arrábida, estavam equipados de imensos meios para avisar os bombeiros mas, o que os pobres diabos não disseram foi que ainda estavam à espera das pilhas para os seus instrumentos de vigilância funcionarem devidamente. Os pobres rapazes deram o alarme, mas não foram ouvidos e o alerta ficou perdido no éter.

Mas muito a sério, todas as "pseudo-operações" de prevenção, segurança e limpeza das matas revelaram-se um verdadeiro fiasco. É que até em zonas que arderam no ano passado grandes fogos lavravam com uma intensidade incrível.Mas ainda sobre o Parque Natural da Serra da Arrábida...Existem senhores milionários que têm as suas modestas mansões em plena reserva do parque, e creio que são conhecidos também os entraves ao turismo que as reservas colocam. E se uma reserva for completamente devastada por vários incêndios?
Creio que é meio caminho andado para os senhores milionários manterem com mais tranquilidade as suas mansões, pois passam a estar edificadas em terreno simples e não de reserva. Já para não falar em todos os investimentos que poderão ser feito a nível de turismo. É uma combinação fantástica, não acham leitores?

O outro senhor velhinho dizia que o vinho dava emprego a um monte de Portugueses, mas estamos no novo milénio e o vinho continua a dar de comer mas o Turismo é a nova fonte de rendimentos de Portugal e dos Portugueses. Acho que foi por isso que se criou um Ministério para regulamentar, certo?Daí que meia dúzia de malucos, bem pagos, comece a incendiar a nossa floresta, é um saltinho e cá estamos nós todos a arder com o efeito de estufa criado pelos vários incêndios no nosso território!
Ainda bem que tomaram precauções para evitar um cenário como o do ano passado, imaginem se não tomasse.

Ide em paz e tenham cuidado!Anda aí um Ministro à caça do vosso IRS que já deveria ter chegado!!

domingo, julho 18, 2004

Ministra do Desemprego

Saudações leitores!

Aqui a vossa amiga estava, como sempre, a ver o telejornal e ouviu a notícia que achei mais interessante deste novo governo liderado por Pedro Santana Lopes:
O Ministério do Turismo
A antiga secretaria de Estado passou à categoria de Ministério porque o sector do Turismo é um sector de primeiro nível no nosso país e em constante expansão, já para não falar que o Sr. Telmo Correia como Ministro passaria a ganhar muito mais do que como Secretário-geral.
Muito bem.
Só foi pena eu não tido hipótese de sugerir ao nosso Primeiro, o Ministério do Desemprego. Era uma ideia tão válida como qualquer outra e até era pródiga, não acham?

Desemprego é um sector em muito franca expansão em Portugal, pelo menos agora que ainda estamos em crise, e ao que parece vamos ficar ainda mais porque se eu me queixava das medidas austeras da ex-ministra Manuela Ferreira Leite, agora com aquele de senhor de extrema-direita com a pasta das finanças, vamos mesmo morrer enforcados com tanto aperto no nosso cinto. Sim porque nós é que somos despesistas, consumistas e uma excelente fonte de receitas de Estado. Ainda melhor que muitos grandes grupos económicos.

Enfim... Dizem-me constantemente, tás mal, muda-te!
Mas não sou eu que estou mal. Neste caso era mais, o governo está mal muda-se, mas ao que parece quem podia mudar, não o mudou, e cabe-nos enfrentar este regime de extrema-direita durante alguns longos meses, para não dizer mesmo 2 longos anos.
Seja o que o Santana quiser!
… Porque eu… ‘Tou que nem posso!!

quinta-feira, julho 15, 2004

"All we need is just a little patience"

Saudações caríssimos leitores, ou paupérrimos leitores,
não vá aparecer aí algum mais furioso a acusar-me de discriminação
social.

Custou-me muito digerir a declaração do Presidente, e estes últimos
acontecimentos políticos têm sido um estímulo ao consumo de
Alka Seltzer® e semelhantes genéricos.

Mas ontem foi mais uma gota de água a juntar ao caos - Bagão Félix
nas Finanças? Aquele senhor tão simpático e cultural que
diz que as pessoas que recebem indemnizações quando são despedidas
não merecem o subsídio de desemprego?????

O que virá com a conquista da pasta das Finanças?

Aumento dos impostos para os desempregados, contribuintes médios e adolescentes
com borbulhas?

Não inclui impostos para os idosos?

Não, esses são um grupo a isentar. Já repararam bem na
nossa pirâmide etária? Não existe camada maior que a dos
idosos. E como são simples de se conquistar com beijinhos nas feiras
e mais um trocaditos nas reformas.

Sei que o direito de voto só é atribuído a jovens com idade
superior a 18 anos mas, existe uma quantidade infinita de adultos que não
têm maturidade e até esquecem que o direito de voto foi uma das
conquistas do 25 de Abril. Sim meus caros, antes do 25 de Abril não existiam
direito de (sequer!) expressar alguma opinião política.

Mas é perfeitamente normal ouvir declarações tão
inspiradas dos cidadãos portugueses como:


- Votar para quê? Não vai ser por eu não votar que
isto vai ser diferente! Eles querem todos é “poleiro”
..
e a minha favorita - Achas vou perder um dia de praia pra ir votar?! Isso
é que era bom!

Bolas, é demais!

Depois esses mesmos senhores que foram passar o dia na praia e que achavam que
o voto deles não ia mudar nada, queixam-se que isto está tudo
mal, muito mal. O que é que fizeram para tentar mudar? Nada!

Pudera que o Presidente Sampaio não achasse necessário convocar
eleições antecipadas. Ao contrário da minha pessoa, o povo
acha muito aborrecido exercer um direito, e o Presidente teve isso em conta.
Obrigar os Portugueses a votar 2 vezes num ano? Isso é muito aborrecido
e eles já estão habituados a viver mal e não contestar.


Cá estou eu a divagar... a decisão de manter o governo foi por
uma questão de estabilidade política e de continuidade das medidas...
Foi por isso que o Bagão Félix agora agarrou um ministério
chave, para continuar a obra da Manuela Ferreira Leite.

Nada como agradecer ao Jorge Almighty esta mudança na continuidade...

Desculpem lá mas cada vez que penso na situação só
dá vontade de mudar de país. Não é verdade que quem
está mal muda-se? Qualquer dia vou aqui para o país do lado, consta
que lá o governo não é de extrema-direita.

Vou ali tomar qualquer água gaseificada que não vou dizer a marca,
e que até trata da malta como eu, que está que nem pode!

Resto de dia muito feliz para todos vós... leitores!

segunda-feira, julho 12, 2004

quarta-feira, julho 07, 2004

Um desafio

Saudações bloguísticas!

Depois deste pequeno interregno futebolístico, voltamos à nossa programação habitual:
- O Presidente Sampaio continua as suas 'consultas';
- O Partido de coligação no governo defende que com Pedro Santana Lopes a estabilidade e crescimento do país estão assegurados;
- Outros, dentro da mesma coligação, acham que o governo tem todas as condições para manter o mandato, o candidato a Primeiro-ministro é que é uma vergonha;
- A Oposição exige eleições antecipadas;
- Quanto ao nosso povinho, continua a pensar como poderíamos ter ganho este campeonato se a equipa Grega não fosse uma barreira impenetrável de grandes vigas de cimento, sem qualquer tipo de habilidade futebolística, ao contrário dos nossos meninos, esses sim, merecem uma grande festança, bem regada, para comemorar o segundo lugar no campeonato e o facto de irmos tão longe… mas aqueles gregos, não valia mesmo nada…

Eu como sempre, tenho esta capacidade de ver a realidade nacional de uma forma diferente, uma capacidade muito minha. Os bons dos meus amigos sabendo da minha tendência para o sarcasmo, enviaram-me um este “e-mail desafio”:


Quem não concorda com a ideia de Santana Lopes ir para Primeiro-ministro ponha uma bandeira de Portugal na janela.


E porque não?
Ainda hoje reparei que, à excepção da minha rua, ainda existem muitas bandeiras espalhadas pela capital e arredores.
Será que fui a última a receber o e-mail?
Seja como for, já tenho uma bandeirinha na minha varanda!

Jorge you're still the One, the Almighty .. but please we're getting tired, choose man!

segunda-feira, julho 05, 2004

A Némesis Grega

A minha bola de cristal não previu este desfecho. Apesar de tudo a vossa redactora não era assim tão avessa à vitória nacional. Apesar de todos os cenários de esperança que avançavam nos jornais e telejornais diários, a Grécia acabou por merecer a vitória. Ao contrário do que se dizia, não existem coincidências como as pessoas queriam. Lá porque Portugal organizou o Euro 2004 isso não queria dizer que iríamos ganhar. Foram apurados como organizadores.

A nossa selecção tem de se render às evidências. A Grécia foi muito superior e a derrota do primeiro jogo não serviu de lição aos jogadores de Scolari, pois parece que estavam todos tão envoltos no espírito de confiança: quem ganha à Espanha, à Inglaterra, e à Holanda, claro que ganha à Grécia.
No fim do jogo estavam os que se escudavam na sua fama de jogadores de renome internacional a declarar ter cumprido o objectivo - chegar à final.
Ficou na minha retina o jovem Cristiano Ronaldo a chorar. Toda a tristeza de quem lutou para a vitória e não conseguiu.
“Ser vice-campeão é igual a ser último” disse o treinador Luis Felipe Scolari. Mas mais à frente também disse que conseguiremos ir bastante mais longe no Mundial... Eu espero que sim, e tenho muito mais confiança na nova geração. Rui Costa teve uma atitude louvável de grande jogador. Anunciou a sua retirada e abandona em glória a selecção. Quando é que 'outros' terão a mesma humildade em assumir que já deram o máximo que podiam dar pela equipa das quinas?

Outro fenómeno que observei. Durante o campeonato as bandeiras andavam em quase todas as janelas da minha rua. Duas horas depois do jogo, as bandeiras desapareceram.
Onde é que foi parar o patriotismo dos meus vizinhos?
Não faço ideia.
Gostava fazer um inquérito de rua daqui a 1 mês: sabe o hino nacional?
Adorava ver as respostas das pessoas que ainda hoje cantavam o hino alto e bom som, sem ser como os peixinhos, a abrir e a fechar a boca.
As vitórias morais não são assim tão gratificantes.
A némesis portuguesa teve sempre o mesmo nome - GRÉCIA!
... e creio que não vai ser pelo ex-Primeiro-ministro dizer que da próxima vai ser melhor que os portugueses vão ficar satisfeitos.
O Futuro deve ser JÁ e não para a próxima.
E já agora…. A selecção ainda vai ter direito a almoço amanhã no Palácio de Belém? É que eu e mais uns quantos cidadãos portugueses também tivemos azar nos nossos 'jogos' e não foi por isso que alguma vez nos pagaram nem almoços nem jantares...
Mas esse assunto fica para outros episódios da nossa novela nacional.

E hoje vou dormir mais descansada, afinal o Bin Laden achou que era um desperdício de munições fazer algum acto terrorista em Portugal.
Mister Bush go f*** yourself and your anti-terrorism policies!
Viva o Jorge Almighty!
Viva Portugal, país onde nasci, cresci e ainda vivo!

sábado, julho 03, 2004

As alucinações têm limites!

Saudações caríssimos ‘turistas leitores’ que navegam pelo meu blog e não comentam :P

Portugal ganhou outra vez.
Não, não ganhámos nenhum fundo europeu de apoio às famílias carenciadas, nada disso. Pela reacção que vi do povo, acho que foi melhor que isso. Todo o país vive, respira, transpira futebol. Até eu venho falar de futebol tal é a doença que o país vive.

Estamos a menos de 48 horas da final com a Grécia, o tal jogo em que -supostamente- vamos arrasar e derrotar a única mancha na grande performance de Portugal neste Euro 2004.
E se ganharmos?
Será que os jogadores da selecção vão entregar o prémio que vão ganhar às famílias portuguesas com problemas de desemprego ou qualquer coisa assim? Acho que não. Uma coisa é ser filantropo, outra coisa é ser altruísta e outra ainda é ser maluco!
O que é que todos os bons portugueses que apoiaram, gritaram, sofreram e comemoraram, vão ganhar a nível prático e material?
Vão ganhar um bocadinho de auto-estima, foi o que me disseram, porque os portugueses andavam carentes de vitórias e conquistas e agora estão a conseguir isso tudo. Ai sim?

Eu não vi nenhum daqueles seres abjectos e alcoolizados que os jornalistas entrevistaram na noite de quarta a marcarem golos nos jogos. Comemora-se a vitória dos outros, é isso?
A vida das pessoas desta nação é assim tão pequenina que fica tudo feliz pelas vitórias de selecção, desta maneira completamente absurda?
Eu volto a dizer e para os que já se esqueceram, ou para os que entram aqui pela primeira vez, eu apoio a selecção mas a minha vida, a minha felicidade pessoal, não depende em nada das vitórias deles.
Domingo à noite acaba a 'droga', e depois como vai ser?
Vão ficar novamente deprimidos, ou será que esta nova 'droga' é de efeito muito prolongado?
No meio disto tudo ainda acho que se calhar sou eu que estou errada... É que domingo quando for dormir, a minha vida não mudou radicalmente um milímetro do que era antes do jogo.
Não sei mas... os dias estão a passar e ninguém quer saber, quem irá governar o nosso país, e até o próprio Presidente vai adiar os encontros porque a selecção vai jogar.

Seja o que Deus quiser e a nossa selecção permitir.