Número total de visualizações de página

segunda-feira, março 28, 2005

Problemas técnicos

Por motivos alheios (ou nem por isso) ao conhecimento da vossa comentadora preferida, estou privada de ligação à internet por tempo indeterminado.

Hoje vim só num instante para dar os parabéns ao governo de Sócrates que concebeu uma ideia genial para empregar as minhas amigas professoras de inglês no desemprego.
Ao que consta, e já a partir do próximo ano lectivo, as crianças do ensino básico vão poder aprender inglês na 3ª classe.

Gostei muito da medida porque acredito que desta maneira vai ser possível a essas minhas amigas realizar 2 sonhos:- voltar a leccionar e, leccionar crianças do ensino básico.

Deve ser uma experiência muito enriquecedora mas...
Como é que vão implementar já este ano essa medida?

Vão fazer um concurso especial para esta nova hipótese de colocação, é que o concurso simples já começou...?
E depois como será, as crianças terão a professora primária e uma outra que lhes ensinará inglês?
Ou vai ser só uma profissional a acumular essa função?

Agora que pensei melhor, já não sei se é uma ideia tão genial.
O tempo dirá...

Entretanto esta vossa amiga espera que tenham tido uma boa Páscoa!
Time's up!


Despeço-me com um enorme bem-haja

Até ao meu regresso!

terça-feira, março 22, 2005

Dia Mundial da Água

... a ver se não vão ser os meus queridos amigos leitores e comentadores que vão meter água, ok ;)

O Post anterior teve uma boa aderência e tem bons cometários que devem ler e para o caso de quererem aprender algumas mais dicas para um melhor aproveitamento da água, estão lá várias e muito úteis.
Já agora, não podia deixar de agradecer a colaboração dos meus queridos comentadores pelas excelentes dicas que deixaram, algumas não eram novas para mim mas obrigada por partilharem conhecimento com a comunidade, porque afinal o interesse principal da internet é a partilha de informações e conhecimento.

Fiquem então com esta notícia para meditar neste dia mundial do bem mais precioso do nosso planeta - a Água (desenganem-se os que pensavam que era o petróleo).
"Cerca de mil milhões de pessoas não têm acesso à agua potável, indicou a ONU na data em que se comemora o Dia Mundial da Água.Na Europa, 140 milhões não têm água em casa, 800 mil das quais em Portugal."

quinta-feira, março 17, 2005

Acabou-se a água?

Boas tardes caros amigos leitores e comentadores!

Neste lindo dia que só apetece fazer tudo menos estar fechada no escritório, venho falar de algo que me preocupa.

Antigamente, quando eu era pequenina (vês activestressadona, até eu digo isto), costumava chover no Inverno e por esta altura eu dizia que estava farta de tanta chuva = não podia ir brincar com as outras meninas, e meninos, para a rua!
Não que eu tenha crescido assim tanto mas, acho que já é tempo das pessoas assumirem uma atitude menos passiva/contemplativa sobre o ambiente/espaço que os rodeia.

O que é que eu quero dizer?
É certo que estamos a atravessar a maior seca dos últimos 100 anos mas não estou a ver os portugueses (na sua generalidade) mais preocupados com isso. Pelo contrário, e "segundo a OCDE, Portugal é o país da União Europeia com maior consumo de água por pessoa, e o quarto mais gastador do Mundo, atingindo os 1090 metros cúbicos per capita".
Estes dados podiam ser menos embaraçosos e pertencer a outro país mas referem-se ao nosso e aos hábitos dos Portugueses…

E se TODOS tomassem meia dúzia de medidas simples de melhor aproveitamento de água?
Coisas simples. Reparem nestes exemplos:
- máquina de lavar loiça para apenas 1 pessoa;
- máquina de lavar roupa só com 2 camisas, umas calças, dois pares de meias e respectivas cuecas/boxers;
- um banho de uma hora, sem fechar a água.

Por favor!
Já se deram conta da quantidade de água potável que se utiliza por pura preguiça ou por capricho?
Água é coisa que não falta! Existe o mar e até temos acesso a uma grande costa!
Existe muita água no planeta e o nosso país é afortunado nesse aspecto mas nem toda a água é potável.
Não quero com isto fazer a apologia dos porcos mas, quando usarem estes electrodomésticos que consomem muita água, usem-nos realmente quando for necessário.
Estes são apenas uns exemplos dos hábitos que podem ser reconsiderados, porque se analizarmos bem, existem muitos mais que podemos alterar.

A nível de hábitos pessoais, até é razoavelmente fácil de nos adaptarmos a usar a água de uma maneira equilibrada mas depois metemos o pé fora de casa e ficamos revoltados:
- Regas desmesuradas nos parques e jardins públicos;
- Fontes com grandes efeitos de água;
- Canos rebentados a derramar água na via pública, etc, etc..

Não quero que sequem os jardins, ou que acabem com as fontes (gostava sim que, os canos não rebentassem mas isso era pedir muito), só que qualquer pessoa consciente fica aborrecida e acha que todos os seus esforços são pura mania da diferença.
Não são!
Eu tenho sempre presente que se todos fizermos um pequeno esforço, conseguimos fazer
diferença, a diferença necessária para futuras gerações terem água.

Não podemos acabar com esta seca, não podemos fazer chover, mas podemos não gastar a água desnecessariamente.
E sabem que mais, esta conversa deu-me sede!

Será que ainda há água para beber?

Bina -Preocupada- Ladina

terça-feira, março 15, 2005

Venham a nós as criancinhas!

Finalmente!
A bendita primeira fase do IRS acabou hoje!
... Pela via normal, pela internet ainda têm mais um tempinho, mas se não estão com vontade de pagar uma multa, despachem-se...

Como não podia deixar de ser, os bons dos contribuintes portugueses deixam tudo para o último dia... E para meu terror, hoje a fila passava da porta das finanças, já estava na rua!
É que os IRS's são recebidos apenas no 3º andar...

"Hoje vai doer!" - foi o meu primeiro pensamento mas como eu até já previa uma situação destas, fui munida de ténis confortáveis e calças de ganga.
Ao fim de algum tempo, chegou mais uma senhora com a filhota de 3 - 4 anitos pela mão.
Se a minha espera iria ser longa, a criança aliviou o que seria um dia tortuosamente cansativo.

As crianças na sua inocência geralmente dizem tudo o que lhes vai na alma, não são como nós que temos que obedecer a códigos de conduta, normas e trâmites de boa educação.
Passado um bocado de estar em fila e de ter brincado com a boneca que trazia, a miudinha vira-se para a mãe com um ar muito entediado:
- Ó mãe… onde é que nos sentamos? Queria sentar-me um bocadinho...
Toda a gente na fila concordou com ela. Ainda só tinha passado 1 hora e ainda não tínhamos passado do R/c mas as pernas dão logo sinais de cansaço.
A mãe disse-lhe, com um ar muito paciente que, não havia bancos mas se ela quisesse podia sentar-se nos degraus da escada que desta vez (frisou bem o “Desta Vez”) ela não ficava chateada se a roupa da menina ficasse um bocadinho suja.
- Mas os degraus são frios e duros!
Mais uma vez a criança a denunciar a tristeza da situação, mas não se podia fazer nada.

Uma hora e uns degraus mais acima, a miudinha, já farta (como toda a gente) de estar ali na fila interminável, aborda novamente a mãe:
- Ainda demora muito? Não podemos passar à frente?
Toda a gente ficou de 'orelha no ar'.
- Isso é que era bom... - Comentário dito entre dentes pela mãe - Não pode ser, estes senhores já cá estavam todos quando nós chegamos e não ficavam nada contentes se chegássemos nós e fossemos atendidas primeiro, a mamã não está grávida da menina, se tivesse...
- Então tá bem, vou brincar!
A criança contentou-se com a resposta mas as outras pessoas começaram a comentar a vergonha daquela situação, que devia haver condições para tornar mais suportável a espera, que deviam ter mais gente ali a trabalhar com tanto desemprego que aí anda, blá-blá-blá...

Uma senhora meteu-se com a miudinha e disse-lhe para ir lá ao sítio onde recebiam os IRS perguntar se demorava muito a ser atendida.
A criança entendeu isso como uma brincadeira divertida e foi toda contente transmitir a mensagem.
Passado um bocadinho vinha com a resposta da “senhora daquela sala dos papéis”.
- A senhora disse-me que, se quisessem fossem para lá fazer o trabalho dela.
Estava instalado o caos.
- Era o que faltava!
Novamente a criança foi o meio de comunicação da revolta de quem esperava ali em pé há umas quantas horas.
- Diz lá à senhora que se ela não gosta de carimbar, eu faço isso por ela, têm é que me pagar o que ela recebe!
Desta vez a criança não trazia resposta.

Eu achei que provavelmente foi a decisão mais acertada que o bando de criaturas teve durante a manhã inteira mas de certeza que lhes tinha consumido muita energia ...
Ainda se comentava a resposta das senhoras quando, passam 4 das 5 funcionárias que estavam a atender os contribuintes, deixando só uma pessoa a receber as declarações.
E como seria de adivinhar, quem ficou foi uma jovenzinha que é a única pessoa decente e educada daquela secção.
Finalmente, passado uma hora e tal, chegaram as senhoras e eu era finalmente atendida ao fim de 4 horas de espera.
Tive a sorte de ser atendida pela rapariguinha que esteve a trabalhar sozinha.
A rapariga estava visivelmente exausta mas mantinha o sorriso como boa profissional do atendimento ao público.
E estava eu a ser atendida quando,... a miudinha voltava à carga.
- A minha mãezinha disse se as senhoras se despachavam porque eu já tenho a barriga a dar horas!
Riso geral do lado dos contribuintes.
Resposta daquela criatura má que eu odeio:
- Diz à tua mãezinha que tu não és nenhum relógio para dar horas!
E lá foi ela entregar o recado.
Quando saí a 'mensageira do descontentamento' voltava com a resposta que optei por não saber. Afinal já passavam das 14 e eu ainda não tinha almoçado.
Fui embora e não quis saber de mais nada!
Caso os meus queridos leitores e comentadores sejam trabalhadores independentes, tratem de fazer o IRS que assim evitam estas tragédias tipicamente portuguesas.

E agora vou descansar, sim porque hoje o dia foi looooongo e cansativo!

Um enorme bem-haja para todos vós,
a vossa terrorista exausta

terça-feira, março 08, 2005

Bando de criancinhas!!!

Saudações caros amigos leitores e comentadores!

Já não deve ser novidade para vós mas tenho estado cheia de trabalho e não tenho tido oportunidade de me dedicar ao meu espaço com a devida atenção mas como hoje o ambiente até está calmo, vou aproveitar para vos deixar aqui a minha visão dos últimos acontecimentos neste nosso cu da Europa.

Já foram anunciados os nomes dos elementos do novo governo.
A maior surpresa, Freitas do Amaral.
O maior ausente, António Vitorino.

Vamos então por partes, primeiro o grande Freitas do Amaral, fundador do CDS.
Detentor da pasta dos Negócios Estrangeiros, o professor Freitas do Amaral tem no seu currículo cargos como o presidente da assembleia-geral da ONU, o que lhe confere credibilidade e competência para o lugar que vai ocupar.
Mas não poderia ter a vida facilitada. Directamente do largo do Caldas o secretário-geral do CDS-PP, Pedro Mota Soares, enviou na segunda-feira, por encomenda, para a sede do PS no largo do Rato, o retrato do fundador do CDS.
Pudera que Pedro Silva Pereira do PS tenha comentado esta atitude como "uma garotice mal-educada de quem manda no CDS, se é que alguém manda no CDS».

Na minha modesta opinião, o professor Freitas do Amaral quando fundou o CDS não imaginaria que fosse liderado por gente com atitudes e declarações deste calibre.
Se as criancinhas destroem o trabalho que se o homem fez, porque é que se achariam no direito de exigir o quer que seja de quem fundou o partido?
Agora que o CDS-PP não pertence ao governo parecem um bando de criancinhas birrentas com ciúmes do menino mais privilegiado.
...
Vim agora das finanças.
Odeio aquela criatura!!!!!
Hoje embirrou com a letra do outro sócio da agência!
Que vá para o raio que a parta!
Tá com problemas do foro sexual que os trate...

Pronto já descomprimi!
Resto de dia feliz para todos vós

sexta-feira, março 04, 2005

Não são mais teimosos que eu!

Saudações amigos leitores e comentadores deste meu blog!

Como eu suspeitava os senhores das finanças onde costumo ir devem ter algum problema contra imigrantes romenos.
Ontem fui para outra repartição de finanças que achei bastante melhor organizada e moderna. A espera essa não pode ser evitada mas nessa repartição têm uma coisa fabulosa - bancos para as pessoas se sentarem enquanto esperam a sua vez.
Esperei apenas 15 minutos.
Fui atendida por um senhor simpático e educado que, ao contrário da outra criatura que vos falei no outro post, retribuiu o meu sorriso e o boa tarde.
São ninharias mas acabam sempre por contar muito.
Viu os impressos e só fez uma questão:
- Este casal tem um filho, certo?
- Sim tem. Se precisar tenho aqui uma declaração...
- Não é necessário!
Eu ouvi estas palavras e acreditem, se fosse um filme dos 'Monty Phyton' aparecia um bando de anjos a entoar cânticos lindos!
Maravilha!
Como as pessoas das finanças podem ser agradáveis.
Mal eu voltei estava o Denis à minha espera:
- Já tá?
- Já Denis. Podes dizer à mamã que pode ficar descansada que está tudo resolvido!

Moral da história:
- Quem quer arranja meios, quem não quer, inventa desculpas -

Quando eu quero, vou até ao fim do mundo mas as coisas ficam feitas!!

denis

Conheciam esta música do Brahms?
Esta que eu coloquei aqui na barra do lado <-
Nunca se tinham intrigado porque raios o meu Brahms andava com a perninha sempre aos saltos?
Estava a trautear a musiquinha dele :)

quinta-feira, março 03, 2005

Não Denis, não é hoje!

Começo este lindo post a uma hora um bocado tardia para o meu habitual, mas é assim a vidita de quem trabalha para ajudar os outros!

Aproveito e venho apresentar desculpas aos meus amiguinhos e amiguinhas mas estes últimos dias têm sido muito fatigantes e frustrantes!
Já cheguei a uma conclusão - IRS's de cidadãos de Leste são para ser integres noutra repartição de finanças!

Fazem ideia do que é chegar novamente contentes com a documentação de filiação do dependente não deficiente (detesto o ênfase ao termo "não deficiente") e dizerem que isso só não chega, que é necessário também um atestado de residência??
Mais valia dizer - Não aceitamos esse IRS! Aceitamos falcatruas, cidadãos estrangeiros de todo o mundo mas esses romenos, não aceitamos.. SEGUINTE!!
Mas eu não desisto!

Agora estou em missão diplomática e humanitária - Hoje vou entregar o IRS da família do Denis e mais nada!!
Amanhã meto aqui uma foto do carinha laroca do Denis, o menino que quando for grande vai ser um artista, tanto jeitinho que ele tem para desenhar o jardim zoológico inteiro, desde o macaco, passando pelo cavalo e acabando no tubarão!
01.00....
Desculpem lá mas vou ter mesmo que ir, amanhã acordo às 07.00 que até me ... lixo com o F grande

Até logo, ou até amanhã
Um grande bem haja a todos vós!