Número total de visualizações de página

quarta-feira, abril 18, 2012

As coisas estranhas dos Hospitais..

Boas noites leitores e amigos :)

E cá estou eu a caminho de um mês sem sossego e sem ver, e perceber, as notícias do mundo e, deste nosso burgo em particular!..

Acreditem, ou não, taxistas são um classe laboral que eu respeitava muito e agora ainda os respeito mais, até porque:
- São bons faladores,
- Animam uma pessoa que estiver triste,
- Geralmente ouvem notícias no rádio do carro e,
- Ficam-me com a pouca guita que tenho mas safam-me sempre!!

O meu Pai continua hospitalizado mas agora, ao fim de três semanas, foi mudado para Dermatologia, onde tem um médico como deve ser.
Mas o que ele ganhou em médico, perdeu em condições de quarto.
No antigo quarto da ala de Neurologia, tinha 5 colegas num espaço amplo e ensolarado, o que no fim de contas até é positivo.
Agora está num quarto com 3 colegas todos encavalitados, com pouco espaço entre camas e com apenas uma janela pequena e suja :(

E estava a dizer que, o que ele perdeu em condições no quarto, ganhou na equipa de enfermagem e médico.
Ao fim de dois dias de Dermatologia, eu já tinha falado com o médico assistente que estava já a colocar em prática um plano de recuperação da sintomatologia apresentada pelo meu pai.
Muito bom.. Só tenho pena de todo o tempo que o pai perdeu com uma pseudo-neurologista que o mandava fazer uma data de análises, exames e depois não conseguia chegar a nenhuma conclusão!!
Isto não é normal!
Mas na ala de Neurologia parece que é prática corrente.
Entre o tempo que o pai lá esteve, e estes últimos dias foram aflitivos (o meu pai nem comia, nem conseguia respirar bem, só conseguia desenvolver uma febre miserável que aparecia e desaparecia)..
Nesse tempo, fui conhecendo os colegas de quarto do pai.
O meu amigo Rui, que merece ficar bom, ou pelo menos sair dali. Porquê?
O Rui é só um dos vários condenados de Neurologia, e que já está há 1 mês e meio ali. Ele e outro rapaz de 36 anos estavam à mercê do diagnóstico da Dra Parola...
Isto sim, é ter a vida em suspenso porque nunca mais lhe davam uma cura, ou pelo menos uma razão para ali serem internados.
Isto é absurdo demais pra mim!

Creio que ninguém merece ser condenado ao internamento num Hospital só porque a médica é uma incompetente. Mas pelo que tenho visto, a incompetência é bem recompensada.
Quem se lixa é quem ali vai parar :(
Espero que o pai agora fique bom, os meus novos amigos fiquem bem, e que aquela médica parva de Neurologia aprenda a sobreviver no Desemprego!!
Sim, com as novas regras que o Coelho deixou passar, pra ela ver o que é bom prá tosse!!

A mãe lá continua no lar e tem estado bem.
A velhotinha que a "adoptou" como filha toma conta dela :)
Nunca pensei que viria a achar que o lar fosse bom pra ela, mas tou a gostar de ver a mãe assim, bem tratada e com amiguinhas e amiguinhos.
Ok que são velhotes mas, são companhia.
Ontem fui lá tratar-lhe das unhas e ela ficou toda contente.
Coisas simples e que deixam-na feliz.

Agora eu..
Tenho de arranjar coragem pra fazer o meu IRS, o IRS dos meus pais e o da minha avó...
Isto a ser um país decente, ninguém tinha de preencher IRS. Tudo aparecia devidamente preenchido e as pessoas só teriam de concordar, ou não!
Caso não concordassem, justificavam e as finanças não incomodavam as pessoas que, cá no nosso Burgo, nasceram pra ser chateadas pelo Gasparzinho e seus comparsas.

Mas sabem de mais?
Uma boa noite para todos, muita saúde e alegria, é o que vos desejo até ao meu regresso :)
... Isto parecia-me muito Eng. Sousa Veloso.. mas siiiiga!!

2 comentários:

Sofia disse...

Realmente é um absurdo o que se passa nos nossos hospitais! E quando encontramos médicos assim então..ui é de respirar fundo pra não deixar cair a mão na cara deles!
É triste viver assim...
Olha, boa sorte pros IRS's e que pelo menos não tenham que pagar mais nada!
Beijinho Grande*

mfc disse...

As melhoras do teu Pai... e a vida é mesmo assim... poucas vezes dá para sorrirmos!!
Beijinhos.