Número total de visualizações de página

segunda-feira, julho 11, 2005

Piaaaaddaaaa!!

Boas tardes caros amiguinhos e amiguinhas :)

Digam lá o que é que acham de estranho nestas duas frases da mesma notícia de Londres:

"O número de passageiros no metropolitano era hoje inferior ao normal, mas as autoridades esperam que dentro em pouco a frequência neste meio de transporte regresse ao habitual"

"Nós vamos trabalhar, continuamos com a nossa vida. Não deixamos que um pequeno grupo de terroristas altere a nossa forma de viver", disse Livingstone (presidente da Câmara de Londres, Ken Livingstone).


Eu sei que existe uma pequena distância entre o receio natural do comum londrino, que teve um amigo que foi naquele metro que explodiu, e o que os governantes dizem.
Mas acho que isso é absolutamente natural.
Psicologia comportamental básica - trauma, reacção (pós-traumática) de defesa natural.
Ex.
Eu sei que explodiu a composição do Metro que costumava usar e não sei até que ponto não vem outra explosão pelo caminho, logo, não vou de metro até porque gosto muito de estar viva.

Quer se queira quer não, o objectivo primário dos terroristas foi alcançado: semear o medo entre os inocentes!

O actual cidadão ocidental já vive com o peso das exigências da modernicade (ser o melhor, parecer o melhor, agir o melhor, etc), pagar impostos e agora, no caso mais recente dos londrinos, ter que fazer uma ginástica mental para lidar com o factor terrorismo...?

Viver no século XXI é duro.

Sigaaaaa!!!

Sem comentários: