Número total de visualizações de página

terça-feira, agosto 30, 2005

2 Dias Cansativos - Parte I

Boas noites!

Depois da tempestade vem sempre a bonança!
Nunca achei essa frase tão acertada como agora.

Ontem estava eu no meu cantinho anónimo em Lisboa e aparece o que eu julgava ser um cliente.
Eu normalmente não convido para entrar um pertenço cliente sem que me tenha exposto o seu assunto.
Desta vez fui literalmente projectada até ao fundo do escritório. O homem vinha com um ar muito desesperado a pedir "papéis, ajuda, não sei nome".
Eu sem entender nada daquilo, disse para ter calma para explicar-se melhor mas o que a criatura fez foi balbuciar qualquer coisa que não percebi e apontar para os dossiers atrás de mim.
Cometi o erro grave de olhar para trás.
Quando me virei, ele já não queria nada "desculpar, desculpar mas não haver".
Ainda fiquei alguns minutos um bocado confusa com aquele episódio.
O telefone tocou. Um cliente a pedir qualquer coisa e por acaso olhei na direcção do meu telemóvel.
Já não estava no lugar dele - tinha sido roubada!

Não sei como tive o sangue frio de ligar para a operadora da rede móvel de "3-letras-que-não-convém-dizer-o-nome-mas-começa-por-T" e mandei bloquear o cartão.
Só por acaso até tinha saldo mas este meu pedido rendeu à operadora €7.5.... Eu tinha acabado de ser roubada por 2 vezes no mesmo dia!!
Pedi à operadora para também bloquear o equipamento e fui informada que tinha, entre outras burocracias, de arranjar uma declaração da PSP a reportar o furto.
Então vamos lá à PSP mas antes vamos contactar via email os amigos para me enviar os números de contacto que agora não tinha...
Fiquei positivamente surpreendida com a rápida resposta de uns e desiludida com a “não-colaboração” de outros mas essa foi só uma das primeiras lições desse dia:
- Nem toda a gente quer saber de mim... Azar, pode ser que um dia eu também não queira saber dessas pessoas quando necessitarem de mim.

Lá fui eu para a PSP do bairro.
Um agente atendeu-me. Mais uma grande surpresa:
Ao contrário do que muita gente pensa, os agentes da PSP não são gordos de bigode e mal-educados, pelo contrário, são jovens de cara lavada e decentes.
O Agente A. atendeu-me de uma maneira educada e informou-me que o mesmo sujeito tinha andado a fazer uma boa colheita por aquelas bandas porque eu não era a primeira a apresentar notificação de furto.
Um coisa confundiu-me naquela hora e meia que demorou a minha visita à esquadra, o desgraçado que me atendeu, tinha ainda para atender uma boa meia dúzia de pessoas, atender as várias chamadas que eram feitas e registar entradas e saídas de colegas agentes.
A meio daquilo eu perguntei ao agente se não precisavam de ajuda ali na recepção da esquadra, ou pelo menos na parte dos telefones.
O rapaz apenas encolheu os ombros: "Eu bem queria, eu bem queria..".
A vida não parece ser muito fácil por aquelas bandas e pelo caminho fiquei a saber que as comunidades de países de leste "comandam" grandes gangs muito bem organizados, já os brasileiros são mais conhecidos por fazer desacatos e nem os chineses escapam:
- Sabe lá! O outro dia agrediram um agente que tinha ido lá, aquilo até parecia um filme do Bruce Lee!
Ok.
Não quero ser extremista e dizer que a comunidade de imigrantes está um bocado intragável mas.. já era altura de metermos um travão na entrada de tanto povo para este nosso cantito... digo eu, digo eu!
Segundo dia, ... fica para amanhã que eu hoje já escrevi demais!!

[Para quem ainda não percebeu, o Post tem continuação]
..Parece que de hà uns tempos para cá ando a ficar uma 'posteira' nocturna..

Sem comentários: