Número total de visualizações de página

sexta-feira, dezembro 09, 2011

É Natal?!

E eu a pensar que eu tinha aterrado no INFERNO!!!

Não sou assim muito natalícia mas este ano isto tá a abusar de mau!
Então é assim...
Estava eu na terça, muito contente porque tinha estado com uma das minhas amigas da primária :)
Os 30 anos passaram mas, nós estávamos ali a rir e a brincar como no tempo de xavalinhas pequenas. Eu com as minhas coisitas e ela com uma bebé linda mas as duas com o mesmo destino - Desemprego!
Mas isso no nosso cházinho, não tinha interesse nenhum!

Dia seguinte ao encontro recebi uma chamada do meu pai.
- Vai ao Curry Cabral que a tua mãe vai no 112 para lá!
A minha mãe tinha caído e tinha sido levada para aquele Hospital - hospital feio e desorganizado, só se safa pelos seguranças que são muito atenciosos e gostam de ajudar.
E lá fui eu pró hospital ver como estava a ser tratada a minha mãe e se ela estava muito partida.
A minha mãe não tá a conseguir caminhar, "as pernas não dão pra mais".
Peso a mais, um tumor no cérebro que não pode ser removido e agora está a dar cabo da sanidade dela
Resultado, entrei lá às 11 e só saí de lá ás 19... sem a minha mãe :(
Posso dizer que boa parte da minha passagem naquele hospital ao longo dos anos, sempre foi no Natal e porque alguém da minha família tinha partido alguma coisa ou coisa parecida!
Fui lá hoje de manhã.. E lá estava a minha mãe numa daquelas camas do hospital, plácida e conformada quando no dia em que ela entrou só queria sair dali :(

Mas o que é que eu vou fazer?
Eu e o meu pai sentimo-nos perdidos e mal.. Mal por não ter conseguido evitar nada daquela situação. Mas evitava como?
É muito peso pra conseguir deslocar e as pernas dela tão habituadas ou a estar sentada, ou a estar deitada..
E se ela tem alta amanhã?
Por uma lado é bom, por outro.. O que é que eu posso fazer se eu tenho uma viagem prevista pra Vila Viçosa - o meu companheiro/namorado faz anos mas.. e a minha mãe e o meu pai?
Estou dividida..
Quem realmente interessa para mim?
A minha família (pai e mãe) ou o meu companheiro?
Que gaita!!

2 comentários:

mfc disse...

Olha que vais estar menos tempo com a tua mãe...!

Sofia disse...

Por experiência própria te digo que a família está sempre em primeiro lugar aconteça o que acontecer...é que um dia mais tarde podes arrepender-te de ter deixado passar estes momentos! A mim uma vez só serviu-me de lição...e o teu companheiro tem de saber entender.
Beijinho Grande e as melhoras da tua mãe.