Número total de visualizações de página

sábado, outubro 09, 2004

A montanha pariu.. um lobby!

Saudações chuvosas amigos, leitores e comentadores!

Parece que o Outono já deu o ar da sua graça (?) e fez a sua aparição pelo território continental.

Ventos fortes sopram dos lados de Belém.
"O Presidente da República justificou o encontro tido na quinta-feira com Marcelo Rebelo de Sousa com a necessidade de se exercer a vigilância democrática, pois não há democracia sem liberdade de expressão."
Vigilância sobre a liberdade de expressão?!
Parece que o senhor disse qualquer coisa como: Fala o que quiseres, mas não te abuses!

«Neste domínio, em muitos países está a ser opaca, por isso são precisas entidades reguladoras fortes. Existe toda a motivação para que esta vigilância que é própria de qualquer democracia se possa dotar dos mecanismos normais e permanentes»
Novamente vi juntas duas palavras que eu não entendo como sendo muito coerentes em democracia "entidades reguladoras fortes" e "vigilância".
Não entendo mesmo o que o nosso 'Almighty' Jorge quer.

«Acho que a questão da liberdade de expressão e da liberdade em geral é uma batalha de todos os dias. Vai sê-lo cada vez mais à medida que os interesses económicos têm uma palavra decisiva a assumir»
Então afinal quem é que deve 'vigiar' a excessiva liberdade de expressão?
Os grandes lobbies económicos ao Poder e com poderes acrescidos de censura?
O que for um comentário lucrativo fica, o que não for, censura em cima?
É essa a única elação que consigo tirar desta declaração, por mais vezes que eu leia isto, mas parece que ultimamente não estou com a minha capacidade de interpretação lógica no máximo.

Caros amigos, leitores e comentadores, é com muita tristeza que comunico a minha desconfiança sobre a saúde desta nossa nação. Suponho que agora tivemos oportunidade de ver o nosso Jorge 'Almighty' anunciar a criação de um órgão de repressão.

E saber que ainda ontem li isto no Portugal Diário:
"A teoria da dissolução ganha força quando no PSD já se fala que o melhor prazo para Sampaio demonstrar perda de confiança no Governo de Santana Lopes será Março ou Abril do próximo ano. A tempo de convocar eleições legislativas e agendá-las para a mesma altura das autárquicas. "
Não vai haver dissolução nenhuma, só a mesma confusão de sempre e qualquer dia será anunciado o Novo Estado Novo.

God have mercy on our souls.

a comentadora da desgraça
LetraNegra

Sem comentários: