Número total de visualizações de página

quinta-feira, novembro 25, 2004

Ainda não somos muitos, muitos mil...

Mas o n.º de desempregados já ultrapassa o meio milhão!

Quem começou a fingir que trabalhava, foi o nosso velho amigo emigrado em Bruxelas: o cromo Durão!
Parece que o pobre cromo está a representar bem o estereótipo do portuguesito emigrante longe de casa - já se está a safar mas a sobrevivência não está a ser fácil
Mas como o mal do pobrezinho do cromo posso eu bem.
Não cheguei a desenvolver bem a notícia que mais importância tinha e também vinha no Diário de Notícias de segunda-feira.

Então dizia assim o artigo na edição online:
"mais de 516 mil pessoas estavam sem emprego a tempo completo"
Estamos a falar de seres humanos, de pessoas com necessidades, muitos pais de família que vão ter de passar mais um Natal sem poder oferecer aos filhos as prendas que eles merecem porque alguém achou melhor prescindir da colaboração dessa pessoa.
…E ainda existem muitas "tentativas frustradas de gente" que acham que são apenas números.
Um dia esses números podem incluí-los, mas não vou desejar mal a ninguém, nem ao meu ex-dir. financeiro que devia pensar que era médico, tanto ele gostava que as pessoas o chamassem por dr...

Mas vamos ler mais um bocadinho deste fenómeno nacional.
"De acordo com as contas de Eugénio Rosa a actual taxa de desemprego oficial passaria dos 6, 8 por cento para 9, 4 por cento."
9%?????????
Que número é este?

"O estudo revela ainda que os desempregados de longa duração (há mais de um ano sem emprego) aumentaram 39,1 por cento entre os terceiros trimestres de 2003 e 2004, mas o desemprego de muito longa duração (mais de dois anos desempregados) aumentou 67,3 por cento no mesmo período, para 94.200 pessoas."
Nem consigo comentar isto.
Será que ainda somos um país desenvolvido?

"O economista critica também o aumento de apenas 4,0 por cento nas verbas previstas no Orçamento de Estado de 2005 as questões relacionadas com o desemprego, menos de metade do acréscimo de 2004 (11,8 por cento), apesar deste problema «em Portugal continuar a aumentar de forma preocupante»."
O desemprego a aumentar exponencialmente e os senhores do governo a desinvestir e a reduzirem os meios para conseguir inverter esta tendência vergonhosa???
Quantos mais submarinos vão ter de comprar?
Quantos mais casinos e túneis inúteis iremos construir?
Já chegaaaaaaa!

E tu Jorge 'Almighty'?
Não queres mesmo saber de nós, é um facto que não precisa de mais provas.

Desde 1998 que não se verificava uma taxa tão miseravelmente alta.

O que é que o governo anda a fazer?
Está a trabalhar para nos tornarmos no país mais “terceiro-mundista” da Europa dos 25?

Desculpem lá mas até uma terrorista de renome tem falta de tempo nestes dias que correm.
São muitos atentados ao pudor e ao bom nome de jovens, não pensem que tenho vida fácil :P

A vossa terrorista

Bina Ladina

Sem comentários: