Número total de visualizações de página

segunda-feira, novembro 08, 2004

Ou talvez não...

Saudações caros amigos leitores e comentadores do Blog da desgraça!

Hoje já faço parte da classe que se diz trabalhadora.
Ainda não é um emprego a sério mas dá para aprender coisas tais como gerir condomínios.Eu não nasci para isso mas uma pessoa no momento actual tem de desenvolver uma capacidade de adaptação se é que quer sobreviver neste mundo.
Chega de divagações sobre o mundo do emprego!

Hoje quando vinha no caminho tinha de ver qualquer coisa interessante.Afinal, o povo português, ou no caso específico observado, cidadãos lisboetas, somos realmente muito patriotas.
Duvidam?
Quando fizerem o vosso caminho diário, para a escola, para o emprego, para qualquer lugar, observem as janelas.
Até daqui da minha secretária consigo ver as lindas bandeiras portuguesas.Numa janela, de cada rua desta nossa capital pelo menos 1 existe. É certo que algumas já têm um aspecto muito danificado, mas estão lá nas janelas a provar que naquela casa existe um bom cidadão português...

Ou será que não?
Será que as pessoas depois do Euro 2004 ficaram com as bandeiras para apoiar os atletas portugueses nas olímpiadas 2004, e mais tarde os atletas paralímpicos (a quem eu presto a mais sincera homenagem)?

Ou será que, pura e simplesmente, esqueceram-se delas lá nas varandas?Já agora são um símbolo de desagrado pela política deste governo PSD/PP que aos pouco nos leva até as últimas poupanças, porque afinal, só os ricos é que poupam dinheiro.

Talvez seja um código de uma organização terrorista a operar no nosso país, quem sabe?
Na minha modesta opinião, as bandeiras penduradas nas varandas e janelas, permanecem como um símbolo estranho à nossa cultura.
Mas tudo bem.
Eu fico mais feliz por saber que agora somos muito patriotas e que a sugestão do sr. Scolari ainda vigora.
Ou talvez não...

A vossa comentadora observadora

Letra Negra

Sem comentários: